Acessórios para veículos

Dicas para limpar bem o carro!

Dicas para limpar bem o carro!

Quando falamos em saber como limpar corretamente o carro, provavelmente é uma tarefa que associamos a algo mais profissional. Contudo, não tem de o ser. Com os conselhos certos, uma limpeza semanal profunda, realizada em casa, vai ajudá-lo a evitar alguns dados e a prolongar a vida do seu automóvel.

Nesse sentido, seguem então 10 dicas para que possa deixar o seu carro como se tivesse sido lavado por um especialista na área, tanto por dentro como por fora.

 

10 dicas essenciais sobre como limpar corretamente o carro

 

Com efeito, tal como referido, saber limpar o carro corretamente não tem de ser uma tarefa hercúlea. Seja por dentro como por fora, o que é também necessário são os utensílios certos. Fora isso, o resto é força de vontade e pôr as mãos na massa.

Assim, para começar, nada como reunir os “ajudantes” certos. Os recomendados são:

  • Detergente líquido apropriado;
  • Aspirador portátil, escovas para tapetes e estofos;
  • Mangueira ou balde com água;
  • Pano de microfibras;
  • Esponja ou pano macio;
  • Produto para limpar os vidros.

Reunidos os reforços extra, chegou a hora de começar a tirar notas, preparado?

 

1. Fazer a limpeza por partes.

Saber como limpar o carro corretamente é também procurar os melhores métodos. Siga uma ordem. Eventualmente, começar pelo interior é sempre uma boa opção. Lógico que, o passo seguinte é o exterior.

Se começar então com o interior, não se esqueça de fazer uma limpeza profunda. O habitáculo é essencial, tanto para os ocupantes como para ter uma inspeção automóvel válida. Sim, desde novembro de 2020, todos os carros têm de estar em perfeito estado de limpeza a fim de permitir a realização de todas as observações e verificações exigidas.

 

2. Bancos, estofos, tapetes e espaços vazios. Não lhes dê sossego.

Agora sim, começa a verdadeira ação. O primeiro passo, como vimos no ponto anterior, é “atacar” o interior.

Comece por esvaziar o carro de qualquer lixo, objetos que possam atrapalhar o caminho. Depois de o carro estar pronto para a limpeza, se puder usar um aspirador para carros, tanto melhor.

.

Para uma melhor organização, é melhor começar da traseira do carro para a frente. Uma vez terminada a aspiração, retira os tapetes do chão e “ataca” os espaços vazios e o próprio chão. Com o aspirador e uma escova rígida, procure sacudir a sujidade incrustada. E no que toca aos tapetes, uma lavagem não seria mal pensado.

De seguida, prepare o produto para limpar e remover as manchas dos estofos dos bancos. Idealmente, duas escovas: uma para os estofos e outra para os tapetes.

Lembre-se, não deixe nada por limpar ou termine a limpeza demasiado cedo, há sempre locais que merecem “duas visitas”.

3. Lave o seu carro à mão.

Passando agora para a parte exterior, é sempre aconselhável lavar o seu carro à mão, com uma esponja própria e detergente líquido adequado, em vez de procurar as lavagens automáticas.

A maioria das lavagens automáticas de automóveis acabam por riscar a pintura (basta tocar nas lâminas de rolo para ver por si próprio: são feitas de plástico duro). Os carros que são frequentemente lavados na lavagem automática de automóveis não só podem ser riscados pelos rolos, como também podem perder o seu brilho.

.

4. Não se esqueça das condutas de ar para que "cheire como novo"!

Voltando ao interior, ainda bem que pediu ajuda a um aspirador. Continua a ser útil. É uma forma fácil de tirar pó e sujidade tanto das condutas de aquecimento como das de ar condicionado. E, do próprio painel de instrumentos, volante e porta-luvas!

O truque é apontar para os respiradouros, onde o pó e a sujidade colam e causam cheiros de mofo. Se o seu carro tiver um filtro de ar, pode substituí-lo de vez em quando, ou removê-lo e soprar o pó e a sujidade para “longe”.

Saber como limpar o carro corretamente é também olhar pela saúde dos ocupantes do veículo. Isto porque, respirar um ar mais limpo e saudável pode evitar constrangimentos, nomeadamente alergias ou infeções respiratórias.

.

5. Atenção aos Pneus e Jantes.

Antes de limpar a carroçaria, a primeira coisa a fazer é limpar as rodas e jantes. Para estas últimas, pode utilizar limpa jantes, de preferência quanto menos ácido melhor, pois a acidez pode fazer com que as jantes percam o seu brilho ou cor.

Neste processo é importante lavar cada roda, na sua totalidade, depois de esfregar para que não restem resíduos abrasivos que possam danificar os nossos pneus e jantes.

Em seguida, com uma esponja para secar bem as superfícies.

.

6. Lembre-se que um carro limpo por fora, brilha!

Muitas vezes é preciso mais do que uma simples lavagem para limpar por fora. A sujidade pode ser tanta e, passado algum tempo, pode penetrar no revestimento da cor.

No que toca à limpeza, utilize água morna, não quente, pois pode danificar a pintura, começando de cima para baixo. Isto porque, evitará que a sujidade que sai de cima seja depositada em áreas que já tenham sido limpas.

Com sabão natural ou detergente próprio, como referido no ponto 4, a escolha é sua.

 

7. Polimento? É uma opção em consideração!

Ao polir a carroçaria, suaviza-se a superfície da pintura. Vai brilhar, e o seu carro vai parecer novo.

Alguns polimentos contêm cera, o que também protege a pintura, mas a cera em si não amolece a pintura. Para polir a tinta podemos utilizar diversos panos próprios.

Os profissionais utilizam uma máquina de polir rotativa, que funciona mais rapidamente mas pode danificar a pintura se não forem tomados cuidados especiais. Enquanto os panos são úteis para evitar manchas ou outro tipo de resíduos. Uma ajuda para secar!

.

8. Chegou a hora dos vidros (finalmente!)

As janelas e os vidros dos automóveis são os últimos elementos a serem limpos, interiores e exteriores.

Podemos utilizar vários produtos de limpeza adequados (melhor se não contiver amoníaco) e, uma vez esfregado com uma esponja, assegurarmo-nos de que removemos todo o produto com um pano microfibras (afinal, mais uma utilização).

Referir que, todos os vidros são muito fáceis de limpar, e tendo em conta que existem produtos específicos, mais facilitada fica a tarefa.

.

9. Lavar o carro regularmente…

Não só por razões estéticas, se passar demasiado tempo entre lavagens, permite que a sujidade se acumule e será necessário mais esforço para lavar o carro, mas quando se tem o hábito de lavar o carro todas as semanas, transforma-se o hábito em algo mecânico e este torna-se muito mais rápido.

 

10.  … à sombrinha!

Escolha sempre um lugar protegido da luz ambiente e do calor. Lavar o carro sob sol intenso, especialmente em cidades quentes e com clima mais seco, é arriscado.

A água e o sabão que correm sobre a carroceria pode secar rapidamente e manchar a pintura. O ideal é lavar o carro dentro de uma garagem coberta e bem iluminada ou em tempos de menos calor.

Por outras palavras, saber como limpar o carro corretamente é também saber quando o lavar.

 

Agora… Chegou a sua vez!

Entre limpezas e limpezas, com estas dicas sobre como limpar corretamente o carro, não haverá nenhuma mancha ou sujidade que lhe resista. Nada como um processo organizado e sequencial. Assim como, uma limpeza regular e a fundo. (Especialmente se o seu carro passa noites e dias ao ar livre.)

Eventualmente podemos ter deixado escapar algumas outras dicas, mas estas são as essenciais para limpar o seu carro da melhor maneira possível.

.

David Afonso

Artigo escrito por David Afonso

 

O David adora criar conteúdos digitais. Tudo o que for para escrever (seja que área for), evoluir e aprender é com ele! Ah... e gosta de lego, geek stuff e colecionismo (há coisas de infância que não mudam!)

O melhor do dott no seu email.

Seja o primeiro a saber todas as novidades e campanhas. 🤞Ao submeter o seu email, concorda com a nossa política de privacidade.